terça-feira, 25 de julho de 2017

“Dia do Escritor”


O encantamento em ler e escrever é terapia. A audácia, a curiosidade, a pesquisa, a ética  sedimentam o emocional racionalizando porções da vida.

Escrever é uma arte e, como tal, um tesouro que nos enriquece e nos leva à reflexão. Não faço disso uma profissão, mas é o meu relacionar comigo e com o mundo. Não tenho a pretensão de, mas dou meus voos...

Rubem Alves, com suas metáforas deixou-nos um legado: – “Procure aqueles que sabem voar: os poetas. Eles têm asas mágicas, feitas com palavras e se chamam poemas!” (em A volta do Pássaro Encantado).

A paixão de um poeta

Suas asas nem sempre são mágicas,
Autênticas no endeusamento do seu voo,
Atingem corações e perpetuam-se.
Percorrem estradas longínquas,
Que com matizes diversos,
Colorem sublimes ilusões.
Quando tudo parece extinto,
Recorre a sentimentos nobres,
Envolventes, apaixonantes, loucos...
Ressurge nas garras de sua angústia,
Sublimando e inebriando-se com a vida,
Reabastece-se com palavras que transcendem,
Em longo caminho até outras mentes.
Nem sempre compreendido sabe
Que o escrito não lhe pertence...
Sonhador faz das palavras, sua arma
Projetadas em devaneios extasiantes,
Que interceptaram o embrião do paraíso...
Incubador do gene de escritor!


Célia Rangel


13 comentários:

  1. Lindo texto e homenagem!Parabéns pra ti que escreves sempre com o coração! bjs, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, chica!
      As emoções realmente dirigem meu escrever...
      Abraço.

      Excluir
  2. Parabéns, Célia! Também busco, tento voar com as asas das letras espalhando prosa e poesia pelos corações e mentes com meu despretensioso escrever. Vivas e mais vivas aos nossos grandes artistas da palavra.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Antonio!
      Ainda que despretensiosos... nossa colaboração, com certeza, alça voos insondáveis!
      Abraço.

      Excluir
  3. Parabéns pela linda homenagem a quem faz das palavras um lindo voar, construindo belos poemas, contos ou prosas poéticas como você que escreve maravilhosamente bem, conduzindo seus leitores e fãs ao mundo encantado, mágico e extasiante da literatura. Abraços afetuosos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Lúcia!
      Encontro nas palavras a fuga, o lenitivo, o sonho de um mundo melhor... E, claro, partilho sempre!
      Abraço.

      Excluir
  4. De Hermann Hesse:

    Leitura sem amor, saber sem respeito, cultura sem coração - eis alguns dos mais graves pecados contra o espírito.

    E pra você, querida poeta Célia...

    Quem não tem capacidade de entender versos deixará por certo, mesmo ao ler boa prosa, de perceber o mais palpitante encanto da beleza literária.

    Beijo, Feliz Dia do Escritor!


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Tais!
      Chega-se a um ponto na vida que, distribuir dons e amores em versos e prosa, é o que ficará eternizado!
      Abraço.

      Excluir
  5. Parabéns, Célia! É lindíssimo o poema que escreveu e o texto que o antecede. Realmente a Poesia é vida. Os poetas ganham asas no fascínio das palavras, embora como disse Clarice Lispector, "toda a palavra tem a sua sombra"...
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  6. Que lindo. Escrever é uma arte, e o resultado traz uma imensa satisfação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Érika por seu comentário!
      Abraço.

      Excluir
  7. Tenho entrado pouco né amiga? Mas sempre encontro poemas lindos de encher o coração! Parabéns

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.